Alemanha: Conheça a Floresta Negra e seus encantos

edc_florestanegra_triberg_6
A Alemanha tem muitas regiões lindas, daquelas dignas de contos de fadas. E a Floresta Negra, com certeza, é uma delas! A cordilheira, que é chamada em alemão de Schwarzwald, fica localizada no sudoeste do país, mais precisamente no estado de Baden-Württemberg, cuja capital é Stuttgart. A floresta tem 160 km de comprimento e chega a ter 60 km de largura.
Sempre quis saber o porquê do nome e, estando lá pessoalmente, pude entender o motivo: Trata-se de uma floresta bastante densa e composta principalmente pelas árvores chamadas de abeto (em alemão: Fichte), que deixam a floresta bastante escura mesmo de dia. Como estive lá em pleno outono – o que, na minha opinião, não poderia ter sido melhor -, a paisagem da floresta estava iluminada pelas cores típicas dessa estação: laranja, vermelho e dourado!

edc_florestanegra_outono_5

edc_florestanegra_outono_2

Não é à toa que a Floresta Negra é conhecida em todo o mundo. A região encanta por seus panoramas, mirantes, bosques, vales, vinhedos, lagos, fazendas típicas e cidadezinhas históricas que mais parecem terem parado no tempo.

edc_florestanegra_feldberg_7
edc_florestanegra_feldberg_9

edc_florestanegra_outono_3
edc_florestanegra_outono_4
Quem gosta de fazer trilha, não vai mais querer voltar de lá. Uma das montanhas mais conhecidas é a Feldberg, localizada a aproximadamente 45 km de Freiburg. Esta montanha é ponto de encontro de todos os amantes de esqui, já que fica todinha coberta de neve no inverno. Ah, ela também tem o pico mais alto de toda a Floresta Negra: 1493 metros:

edc_florestanegra_feldberg_4

Para ter a linda vista panorâmica de lá de cima, pode-se subir bem comodamente de teleférico:

edc_florestanegra_feldberg_2
edc_florestanegra_feldberg_3
Como os alemães adoram caminhar (vocês não imaginam o quanto isso é verdade:)), é claro que o maridão e eu também subimos a pé (ele sempre na frente, todo animado, e eu atrás, pedindo misericórdia – rsrsrs)…

edc_florestanegra_feldberg_6
Mas garanto a vocês que vale a pena, pois a paisagem realmente é linda (só o vento é que é de lascar!):

edc_florestanegra_feldberg_5

E o legal é que há muitas cabanas pelo caminho que são como pequenos restaurantes que oferecem tudo o que a gente precisa para recarregar as baterias – suco, café, chá, cerveja (afinal, estamos na Alemanha!), sopas, lanchinhos e, claro, a famosa torta da Floresta Negra:

edc_florestanegra_feldberg_10

edc_florestanegra_torta

 Uma das rotas de caminhada no Feldberg leva até um lindo lago, o Feldsee. Fiquei tão encantada com ele, que não queria mais ir embora! Vejam só essas cores e as árvores refletidas no lago!!! Sem dúvida, uma imagem que ficará guardada na minha memória pra sempre!

edc_florestanegra_feldberg_8

edc_florestanegra_feldberg_13

Outro lugar que visitamos foi o lago de Tittisee. Lá você pode fazer um passeio de barco, andar de pedalinho ou fazer uma caminhada em volta dele. No verão, dá para nadar lá e imagino que ele congele no inverno… O outono fez com que ele ficasse ainda mais lindo!

edc_florestanegra_tittisee_2

edc_florestanegra_tittisee_3
edc_florestanegra_tittisee_1

Outra atração turística muito popular da Floresta Negra é a cidade de Triberg, bastante conhecida por acolher a mais alta cachoeira da Alemanha (163 m).

edc_florestanegra_triberg_1

edc_florestanegra_triberg_4

edc_florestanegra_triberg_2

Além disso, a cidade faz parte da Rota dos Relógios (alemão: Uhrenstrasse), e abriga muitas fábricas, oficinas de relojoeiros e lojas onde você encontra os relógios de cuco, um dos ícones da Floresta Negra.  Há modelos que custam aproximadamente 1000 Euros!

edc_florestanegra_triberg_7
edc_florestanegra_triberg_8
edc_florestanegra_triberg_9

As casas de telhas escuras também estão por toda parte e são bem típicas da região:

edc_florestanegra_feldberg_14
edc_florestanegra_feldberg_11

Visitamos também Gengenbach. Para muitos, essa cidadezinha tem o centro histórico mais charmoso de toda a Floresta Negra. Realmente ele é bem bonitinho e parece coisa de conto de fadas, principalmente por causa de suas muitas casas de enxaimel:

edc_florestanegra_gengenbach_3

edc_florestanegra_gengenbach_1

Já a cidade de Freiburg é considerada a capital da Floresta Negra. Tem aproximadamente 220.000 habitantes, sendo que 30.000 são estudantes universitários. Voltei apaixonada pela cidade, que é chamada de Toscana da Alemanha. E realmente a cidade tem um charme especial, muitos cafés, clima ameno e muitos ciclistas (dizem que seus moradores preferem utilizar biciciletas a carros).

edc_florestanegra_freiburg_10
edc_florestanegra_freiburg_3

edc_florestanegra_freiburg_2

Fique de olho aqui no blog, porque em breve tem um artigo totalmente dedicado a essa linda cidade!

E você, já teve a oportunidade de visitar a Floresta Negra também? Conte-me nos comentários! E , acreditem em mim: A região é realmente linda como se vê nas fotos:)

Abraços e até a próxima!
Rode
———————–
Blog: www.entre-duas-culturas.de
Facebook: https://www.facebook.com/entre.duas.culturas
Instagram: @entre_duas_culturas

Veröffentlicht von Rode

Brasileira, residente na Alemanha, docente universitária e blogueira apaixonada por idiomas e viagens | Brasilianerin in Deutschland, Uni-Dozentin und Bloggerin mit einer großen Leidenschaft für Sprachen und Reisen

28 Kommentare

  1. Ola, ainda nao visitei os locais que voce citou, mas ja estive na Regiao.
    No outono a paisagem dourada encanta.
    Ao vivo deve ser tudo muito lindo mesmo.

  2. Encantada com as fotos e relato amiga! E também super orgulhosa de você ter feito essa trilha, mesmo na base da misericórdia hahaha. Mas eu tenho certeza que isso ainda vai te conquistar! Pra você que ama fotografar a trilha é uma combinação perfeita. Ainda vamos fazer trilhas juntas, escreve isso aí <3.
    beijo de quem quer pegar um trem agora e ir pra floresta negra!

  3. Uau…!!! Rode!!! Que post incrível!! Fotos lindas…lugares incríveis!! Planejo conhecer esse lugar mas não sei como chegar lá…moro no norte da Alemanha e com certeza quero ir. Conheço seu blog há pouco tempo e como falo pouco alemão, acho maravilhoso ler em português e aprender em alemão. Adoro! Ano que vem vou para Düsseldorf. Conheci o blog quando buscava informações no Google!

    • Querida Liliane, que bom que o blog tem sido de proveito pra você! Escrever nas duas línguas dá um trabalho enorme, mas me motiva saber que muitos aprendem através dos dois idiomas presentes aqui! Beijos!

  4. Maravilhosa as informações contidas nesta matéria, já visitei a Floresta Negra por duas vezes, inclusive a cidade de Triberg, Freiburg, St.Georgen, Titissée e Gegenbach é simplesmente maravilhoso este local. e muito acolhedor

  5. Olá Rode!
    Depois de mais de 2 anos morando aqui no estado de Baden-Württemberg, ainda não tive a oportunidade (e a motivação suficiente) para fazer o mesmo que tu fizeste. Que fotos mais lindas… me deu mais vontade ainda de ir! Quem sabe eu não embarco numa aventura na próxima primavera? Adorei o post :D
    Abraços!

    • Olá, Bruna!
      Vale a pena ir lá! A paisagem é linda e você vai voltar renovada! Eh uma coisa indescritível!
      Beijos
      Rode

  6. A descrição é ainda melhor quando me lembro de cada passo, a cada parada, para apenas contemplar a beleza do local.
    É um ótimo roteiro ??

  7. Querida Rode,
    curto esse seu blog. Moro em Freiburg há 40 anos e já visitei todos esses lugares.
    Realmente tudo é lindo demais, em todas as estações do ano.
    Parabéns, pois esse blog é muito informativo e gostoso de ler.
    Um abraço
    Célia

  8. Adorei conhecer a região da Floresta Negra e também degustei o famoso bolo…A Alemanha é um país belíssimo …Amei conhecer o país de onde vieram os meus antepassados…as suas fotos são lindas, continue nos brindando com as paisagens que são de encher os olhos..parabéns!!!

  9. Oi! Estou pesquisando sobre a floresta negra e encontrei seu blog, FANTÁSTICO!!
    Acho que vou no mesmo período, esse Outono com cores mágicas você conseguiu em Outubro ou Novembro? Eu tenho rota por aí na segunda quinzena de Novembro, será que ainda estará assim?
    Belo trabalho, apaixonada pelo lugar e pelo seu blog!=)

    • Seja bem-vinda ao blog, Alyne!
      Olha, a Floresta Negra durante o outono foi uma das coisas mais lindas que vi em 17 anos de Alemanha!
      Eu estive lá final de outubro/início de novembro. Vá lá correndo assim que chegar! Acho que vai dar pra curtir ainda um pouquinho da paisagem de outono!
      Abs.*

  10. Estive ano passado em Triberg e Freiburg e comi esse Floresta Negra maravilhoso em um café de Triberg bem próximo a cachoeira , lugar maravilhoso !!!!

  11. Que legal, amei! Estou me mudando para Berlim no final do ano e já estou programando roteiros, e com certeza esse esta no top 5!! Você tem dicas de hospedagem,etc??

  12. Sim, minha linda já visitei quase todos !! Gengenbach falta Ainda!! Meu esposo e eu moramos mais de 5 anos em Freiburg direto no Centro (Schwabentor) foram os anos mais felizes da minha vida! Amo Freiburg!! Agora mora em Wutöschingen tbm Floresta Negra! Pertinho de Schluchsee, Titisee, etc

    Um beijo ?

  13. Boa noite,

    Gostei muito das informações do blog. Parabéns!
    Só tenho uma dúvida: tem que pagar algo para entrar no parque? Ou só nos bondinhos?
    Quanto tempo recomenda para esse passeio? Estarei hospedada em Freiburg e irei de carro com o meu marido em Outubro.
    Grata
    Heloisa

    • Olá, Heloísa,
      Para entrar no parque das cachoeiras de Triberg, paga-se 4,50 Euros.
      Nós ficamos hospedados em Freiburg e fizemos vários passeios na região durante 5 dias.
      Aproveite bastante! Lá é tudo muito lindo!
      Rode

Schreibe einen Kommentar

Pflichtfelder sind mit * markiert.