Top

Brasil Etikett

O filme brasileiro Que horas ela volta? (2015 - Anna Muylaert) também chegou aos cinemas alemães, onde entrou em cartaz com o nome de Der Sommer mit Mamã (português: “O verão com mamãe”). O filme, que mistura drama e comédia, critica de forma sensível e bem-humorada o sistema segregacionista da sociedade brasileira.

E é através desse contexto do filme que explico aos meus leitores alemães, de forma detalhada, a figura das empregadas domésticas dentro do dia a dia brasileiro. Não raramente elas lavam, passam, cozinham e até criam os filhos dos patrões, abrindo mão de ver seus próprios filhos crescerem, quando o emprego fica longe de casa (Por exemplo: Há muitas empregadas domésticas que têm de deixar o Nordeste e ir morar na Região Sudeste). O que dentro da sociedade brasileira é visto de forma natural, deixa muitos alemães surpresos: Não é comum por aqui ter esse luxo, alguém que cuide de tudo e de todos, todo santo dia. E o que acontece é que muitos alemães se sentem até mesmo um pouco constrangidos, quando, de visita a uma família brasileira, veem o quartinho da empregada e o banheiro destinado a ela (tudo muito pequeno, aliás, minúsculo!)...

Outra coisa que chama muito a atenção dos alemães é a diferenciação que se faz para usar o elevador de um prédio de uma grande cidade, por exemplo, do Rio: Moradores e seus visitantes usam o elevador social, enquanto os empregados dirigem-se à porta dos fundos para pegar o elevador de serviço...

🇧🇷 Não é à toa que nós brasileiros somos chamados de “festeiros”- sempre arrumamos algum motivo para comemorar: aniversário, noivado, casamento, chá de panela, chá de bebê, batismo, formatura... E algo que impressiona a quem não faz parte da nossa cultura são as famosas festas de aniversário para crianças. Me lembro até hoje da minha de 8 anos, que teve a Moranguinho como tema...

Neste artigo, eu gostaria de explicar e mostrar para os alemães como são comemorados os aniversários infantis no Brasil. Então aproveite para compartilhar este texto com seus amigos da Alemanha. Prometo que, em breve, vou contar como são as festinhas dos pimpolhos por aqui:)

Como vocês já conhecem as tradições brasileiras nesse aspecto, só vou explicar os detalhes em alemão, ok? Obs.: No finalzinho do artigo tem texto em português de novo...


🇩🇪 Dass wir Brasilianer gern feiern, ist kein Geheimnis – wir finden immer einen Grund dazu: Geburtstag, Verlobung, Hochzeit, Babyparty, die Rückkehr von einem Familienmitglied aus dem Ausland… Und ich weiß, dass gerade die brasilianischen Kindergeburtstage die Menschen aus anderen Kulturen zum Staunen bringen. Ich zeige euch jetzt, was alles dazu gehört:

Queridos leitores, Quem de vocês já teve a oportunidade de conhecer Paraty? Mesmo tendo morado no estado do Rio por muitos anos, nunca havia estado lá. Mas foi esse ano em março, quando estive de férias no Brasil, que tive o privilégio de ir até lá, e voltei encantada!

Sabe aquele cartão-postal clássico da cidade, onde se vê o mar, uma igrejinha fofa, uma palmeira ao lado dela e uns barquinhos coloridos? Pois é, ao vivo o visual é ainda mais lindo. A foto-título deste artigo (repare com calma mais acima) eu tirei de dentro de um barquinho...

A cidade é realmente encantadora! Me lembro de uma amiga que há pouco tempo me disse “Rode, você vai ficar louca lá de tanta coisa linda para fotografar!”... Foi isso mesmo o que aconteceu e separei umas fotos para mostrar para vocês no fim deste artigo. Mas antes vamos a alguns fatos acerca da cidade:

Hoje é Dia das Mães - tanto no Brasil quanto na Alemanha!

É um daqueles dias em que a saudade aperta ainda mais... Como já disse em outro artigo, meus pais voltaram (definitivamente) para o Brasil há um ano e meio. Ainda estou me acostumando ao fato de não ter minha mãe (e meu pai) por perto.  Essa vida entre dois países (e culturas) tem dessas coisas: metade da família lá (no Brasil), metade aqui (na Alemanha)... É preciso aprender a lidar com a distância e a saudade...

Der heutige Post wird dafür sorgen, dass euch das Wasser im Mund zusammenläuft! Denn es geht um brasilianisches Essen.

Die brasilianische Esskultur ist genauso vielfältig und faszinierend wie Brasilien selbst. Sie spiegelt die ethnische Vielfalt des Landes wider und vereint portugiesische, afrikanische und  indigene Einflüsse. Wer eine Reise nach Brasilien plant, muss meiner Meinung nach folgende Gerichte unbedingt probieren (siehe Fotos nach dem portugiesischsprachigen Teil)...


O artigo de hoje é sobre a culinária do Brasil... Assim como o nosso país, ela é muito diversa e fruto da mistura da influência portuguesa, indígena e africana. Sei que a minha lista está incompleta, mas vale lembrar que, devido à grande diversidade culinária, seria praticamente impossível apresentar todos os nossos quitutes aqui. As fotos não contêm texto em português porque não preciso explicar para vocês o que é arroz e feijão e tal :-)... Para expatriados como eu, é sempre mais que especial comer/beber as seguintes delícias:

Liebe Leser, wie viele von euch wissen, arbeite ich als Dozentin für Brasilianisches Portugiesisch und Deutsch als Fremdsprache in NRW. Heute möchte ich mit euch ein Interview teilen, das ich mit einem ehemaligen Studenten von mir geführt habe. Hier kommt die Übersetzung seines Textes, denn das Gespräch haben wir auf Portugiesisch geführt.

Entre duas culturas (EDC): Hallo, Lukas! Vielen Dank dafür, dass du für dieses Interview zur Verfügung stehst! Kannst du dich bitte unseren Lesern vorstellen? Erzähl‘ uns, wie alt du bist, was du beruflich machst, in welcher Stadt du lebst…

Lukas: Hallo, Rode; Hallo (liebe) Leser! Ich bin Lukas, und wohne in Aachen (...). Ich bin 25 Jahre alt und studiere Maschinenbau.

EDC: Welcher war dein erster Kontakt mit der brasilianischen Kultur und der portugiesischen Sprache? Warum hast du dich entschieden, Portugiesisch zu lernen?

Quando alguém se muda para fora do seu país, ele é influenciado pela cultura do lugar onde escolheu para viver. Morando aqui na Alemanha já há tantos anos, eu adotei vários costumes que são típicos daqui, escolhi não adotar outros e mantive várias características da minha cultura brasileira. E tudo isso é algo natural e muito bom!

🇧🇷 Quando alguém sai do seu país de origem e se muda para outro lugar, ele se depara com outra mentalidade, outros costumes e formas de enxergar o mundo... E isso é algo bom e enriquecedor! Morando aqui na Alemanha, eu adotei vários costumes alemães... Mas não importa onde você esteja morando ou há quanto tempo você já esteja fora do seu país: A nossa pátria, seus costumes, tradições e valores nos marcam para a vida toda. Veja aqui algumas características minhas bem brasileiras. Elas continuam bem fortes, apesar de eu já morar fora do Brasil há muito anos. Meu marido, que é alemão, foi quem me deu a ideia de escrever sobre o assunto. E foi ele também que me ajudou a refletir sobre esses pontos da lista:

🇩🇪 Wenn jemand sein Heimatland verlässt und in ein anderes Land zieht, wird er mit einer anderen Mentalität, anderen Bräuchen/Gewohnheiten und Weltansichten konfrontiert. Und das ist gut und sehr bereichernd! Seitdem ich in Deutschland lebe, habe ich einige deutsche Gewohnheiten angenommen... Aber es spielt keine Rolle, für welches Land man sich entschieden hat bzw. wie lange man schon dort lebt. Fakt ist, dass unsere Heimat, ihre Bräuche, Traditionen und Werte uns ein Leben lang prägen. In diesem Artikel werde ich euch über ein paar brasilianische Eigenschaften von mir berichten. Sie sind immer  noch ein Teil von mir  - und das ist gut so ;-) -, obwohl ich schon seit vielen Jahren hier lebe. Mein Mann hat mir dabei geholfen, darüber zu reflektieren: