Diferenças entre o alemão da Áustria e o da Alemanha | Das österreichische Deutsch

Österreich –  é assim que se diz “Áustria” em alemão. Apesar de ser um país pequeno (apenas 8 milhões de habitantes), tem muitas belezas naturais e atrações turísticas mundialmente conhecidas, como é o caso do Palácio de Schönbrunn, construído no século XVII e localizado em Viena, a capital do país :

Como tenho uma grande amiga alemã que reside em Viena, já estive quatro vezes na cidade para visitá-la. E uma das coisas que mais me chama a atenção lá são as diferenças linguísticas entre o alemão falado aqui na Alemanha e o que se fala na Áustria. Além da pronúncia, há também muitas diferenças no quesito vocabulário, o que me faz lembrar da época em que eu estava aprendendo alemão. Paguei alguns micos por lá…

Estando em Viena, você não pode deixar de visitar um dos cafés tradicionais da cidade, que são realmente lindos. Dois dos mais conhecidos são o Café Central e Der Demel:

Neste segundo, é possível ver os confeiteiros trabalhando, uma verdadeira arte:

Bom, mas vamos ao meu mico: Como eu estava meio faminta, preferi não pedir a famosa torta Sacher (uma torta de chocolate com uma pequena camada de compota e uma cobertura de chocolate), mas algo com mais sustância, uma panqueca doce, que denominanos (der) Pfannkuchen, aqui na Alemanha. Vi a foto no cardápio e procurei, procurei e procurei pela minha querida panqueca e não a achei. E sabe por quê? Porque lá o nome é (die) Palatschinke (Plural: Palatschinken) que, aliás, estava escrito em letras grandes bem debaixo do meu nariz… E é claro que eu disse algo do tipo Bom, eu queria uma panqueca, mas engraçado só tem a foto dela no cardápio… Claro que o garçom, que não era dos mais simpáticos, não perdeu a chance de me deixar sem graça e me mostrou de forma curta e grossa o tal nome que eu não conhecia…

Se você quiser pedir um calórico creme chantili para acompanhar um não menos calórico pedaço de torta, há que usar a palavra (das) Schlagobers e não (die) Schlagsahne, como é chamado na Alemanha:

Um passeio que os moradores de Viena gostam muito de fazer nos fins de semana é ir até o Kahlenberg, um monte que fica situado no bosque de Viena (Wiener Wald):

Além disso, há muitos vinhedos e locais para tomar um delicioso vinho jovem, típico do início do outono. Enquanto chamamos esse tipo de vinho de neuer Wein („vinho novo“), Federweißer (ou Federroter) na Alemanha, ele recebe o nome de Sturm na Áustria, o que soa muito engraçado, já que essa palavra significa “tempestade”…

Uma boa alternativa ao vinho é o suco de uva com água com gás (que eu adoro!). Aqui na Alemanha, eu peço uma Traubensaftschorle (artigo: die), que na Áustria é conhecida pelo nome de Traubensaft gespritzt:

Para sacar dinheiro, você deve perguntar por um Bankomat (artigo: der) na Áustria e por um Geldautomat (artigo: der), estando na Alemanha:

Outras palavras diferentes entre o alemão da Alemanha e o da Áustria são as seguintes:

Alemão da Áustria Alemão da Alemanha Português
der Erdapfel die Kartoffel a batata
der Kasten der Schrank o armário
die Marille die Aprikose o damasco
der Apfelsaft gespritzt die Apfelschorle o suco de maçã misturado com água (geralmente com gás)
das Sackerl die Tüte a sacola
die Stiege die Treppe a escada

Para quem quiser saber como soa o alemão austríaco e o da Alemanha: Achei um vídeo bem legal do Canal do Youtube Viaje com a Cris, em que o tema é exatamente esse:

Você já havia escutado o alemão da Áustria? Tem dificuldade de entendê-lo? Conte-me!

Até a próxima,
Rode


Im portugiesischsprachigen Teil dieses Artikels berichte ich meinen brasilianischen Lesern über das österreichische Deutsch. Da meine liebe Freundin C. in Wien lebt, hatte ich bereits vier Mal die Gelegenheit, diese wunderschöne Stadt zu besuchen.

Bei meinem letzten Aufenthalt dort sind mir viele Dinge aufgefallen, die dort anders heißen als bei uns in Deutschland (siehe Tabelle oben). Aber am lustigsten fand ich die Tatsache, dass meine beliebter Pancake, den ich essen wollte, dort (die) Palatschinke heißt (Plural: Palatschinken), was übrigens nichts mit Schinken zu tun hat, sondern aus dem Ungarischen Palacsinta kommt – über das Rumänische plăcintă ( = Kuchen), abgeleitet vom lateinischen Wort placenta (= Kuchen)… | aus: wortbedeutung.info

Wer fern der Touristenströme einen schönen Tag genießen möchte, kann auf den Kahlenberg fahren und dort – mitten in den Weinbergen – einen leckeren Sturm trinken. Bei uns in Deutschland heißt er neuer Wein bzw. Federweißer (oder Federroter).

Und ganz wichtig: Wenn ihr zu eurem Stück Sachertorte eine Portion Schlagsahne wollt, dann müsst ihr Schlagobers bestellen, um nicht als deutsche Touristen aufzufallen :)

Ganz viele liebe Grüße nach Wien und bis zum nächsten Mal,
Rode
———————————-
Blog: www.entre-duas-culturas.de
Facebook: https://www.facebook.com/entre.duas.culturas
Instagram: @entre_duas_culturas
Twitter: @entre2culturas

Veröffentlicht von Rode

Brasileira, residente na Alemanha, docente universitária e blogueira apaixonada por idiomas e viagens | Brasilianerin in Deutschland, Uni-Dozentin und Bloggerin mit einer großen Leidenschaft für Sprachen und Reisen

12 Kommentare

  1. Eu também fui na Demel e achei que o atendimento lá era meio grosseiro, nao aconselharia as pessoas a irem lá, apesar de ser bem conhecido. Acho que eles poderiam tratar melhor as pessoas, especialmente porque a maioria que vai lá é turista né?! Como é que fica a fama da cidade daí… mas enfim…

    Acho o alemao austríaco bem engracado, no geral já estranho bastante o alemao do sul da Alemanha, o da Áustria é ainda mais engracadinho… Mas nós quando fomos nao tivemos grandes dificuldades nao, é só mesmo saber de antemao algumas palavrinhas que sao diferentes.

    Abracos

    • Oi, Bárbara!
      Então… Já fui ao Café Demel algumas vezes e me atenderam mal, na última vez me atenderam superbem… Já no Café Central o cara foi um grosso! Eh sempre meio complicado, porque eles sabem que os turistas vão mesmo assim…
      Eu tb acho o alemão austríaco meio engraçado e é sempre bom aprender palavrinhas novas:)
      Abraços!
      Rode

  2. voce esqueceu da maior diferença Paradeiser x Tomate

    Einer der groessten Unterschiede ist Paradeiser x Tomate

  3. Olá, Parabéns pelo post! Só uma coisa, a panqueca na Alemanha se chama „Pfannkuchen“ (e não pancake). Abraços

  4. Na minha primeira viagem à Áustria (região do Tirol) não sabia nem falar „Hallo“. Tive aulas de esqui com um prof. austríaco que toda hora falava „Sôôôôpa“, e eu ficava pensando „que raio será que esse homem fala tanto em sopa“. Levei 2 anos (quando então aprendi alemão) pra descobrir que ele falava „Super!“ :D

  5. Liebe Rode,
    mit viel Aufmerksamkeit und Begeisterung las ich Ihre Berichte, ja es ist gut den Unterschied der deutschen und österreichische Mentalität hervorzuheben. Wir haben eine gemeinsame Sprache, aber die Gewohnheiten und Lebensformen ( Stil ) sind sehr different. Gratuliere – machen Sie bitte weiter so – es gibt noch so viele traute Plätzchen zu entdecken – die Wachau und das Weinviertel z.B. mit ihrem gesunden Trunk , dem “ grünen Vetliner“
    Abraço
    Josef Kässmayer

    • Vielen Dank, Josef!
      Ich bin immer wieder gern in Wien (habe eine sehr gute Freundin dort) und bekomme so ein bisschen von der Kultur mit.
      Ich mache gern weiter:)
      LG
      Rode

  6. Ich bin brasilianer und lebt im Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ich grüsse dir für deine interessante blog, wo ich einige Aspekte über Deutschland und Österreich gelernt habe. Ich danke dir dafür. Mit herzlichen Grüssen.

Schreibe einen Kommentar

Pflichtfelder sind mit * markiert.