Alemanha: Costume de assoar o nariz em público | Sich die Nase putzen

Quem já veio à Alemanha – principalmente no inverno -, com certeza já passou pela seguinte situação: Você está caminhando pela rua, sentado no ônibus ou até mesmo num restaurante e, de repente, é surpreendido por uma “trombeta” bem alta. Mas à sua volta não se encontra nenhuma orquestra, mas sim um pessoa bastante resfriada e com o nariz entupido… Ela pega o famoso Taschentuch (lenço de papel; alemão: “papel de bolsa”) e começa a assoar o nariz com toda força…

O que para nós brasileiros é algo totalmente inaceitável e muito “nojento” é bem normal e comum aqui na Alemanha… Por outro lado, muitos brasileiros têm o costume de ficarem fungando ao invés de assoarem o nariz… E quem acha isso muito desagrádavel são os alemães… Daí eles preferem assoar de uma vez só e pronto…

Eu confesso que, depois de tantos anos morando aqui na Alemanha, simplesmente me acostumei com esse costume de se assoar o nariz em público… Inclusive até tenho que me policiar para não fazê-lo na presença de brasileiros que estejam de visita aqui ou até mesmo quando estou de férias no Brasil… O nome do meu blog já revela tudo: Entre duas culturas…

Sei que este assunto é meio desagradável e nada apetitoso… Me perdoem, mas esse é um tema onde há graaaandes diferenças de mentalidade entre brasileiros e alemães…

Então é o seguinte: Se você está chegando agora à Alemanha, vá já se acostumando com o fato de que você vai ouvir – e muito – outras pessoas assoando o nariz à sua volta… Claro que não é nada legal, mas faz parte da cultura… Na parte em alemão deste artigo, eu dei um “toque” nos meus leitores alemães para evitarem assoar o nariz quando estiverem no Brasil ou na presença de brasileiros aqui na Alemanha… Espero que isso ajude a aliviar um pouco a fase de adaptação de vocês por aqui;-)


 Jeder von uns kennt es: Man ist erkältet, kriegt kaum Luft oder die Nase läuft… Da greift man doch in die Hosentasche, holt ein Taschentuch raus und putzt sich einfach die Nase! Ganz normal, oder? Nicht wenn man in Brasilien ist…

Das Nase-Putzen in der Öffentlichkeit ist für Brasilianer ein absolutes No-Go und völlig verpönt. Man geht auf die Toilette und putzt sich dort die Nase… Und nirgendwo anders. Auf der anderen Seite ist bei einer Erkältung das Hochziehen der Nase salonfähig…

Da ich in dieser Hinsicht schon ziemlich verdeutscht bin, reagiere ich nicht mehr auf jedes laute Schnäuzen in meiner Nähe. Im Gegenteil: Ich putze mir mittlerweile selber die Nase in Anwesenheit anderer, versuche aber darauf zu achten, es nicht zu tun, wenn ich in Brasilien bin oder brasilianische Freunde/Verwandte zu Besuch in Deutschland habe… Wie der Name meines Blogs es schon verrät: Zwischen zwei Kulturen!

Versucht euch ein wenig anzupassen, wenn ihr mal in Brasilien sein solltet. Holt bloß kein Taschentuch raus, sondern geht auf die nächste Toilette, wenn ihr euch die Nase putzen wollt. Sonst fallt ihr als diejenigen auf, die in der Öffentlichkeit so was „Ekliges“ machen… Kein schönes Thema, ich weiß – aber äußerst wichtig, wenn Deutsche und Brasilianer aufeinander treffen!
——————————
Blog: www.entre-duas-culturas.de
Facebook: https://www.facebook.com/entre.duas.culturas
Instagram: @entre_duas_culturas
Twitter: @entre2culturas

 

Veröffentlicht von Rode

Brasileira, residente na Alemanha, docente universitária, blogueira nas horas vagas e apaixonada por idiomas | Brasilianerin in Deutschland, Uni-Dozentin, Bloggerin und mit einer großen Leidenschaft für Sprachen

15 Kommentare

  1. Hahaha sei q cheguei na Alemanha qndo ouça aquela soada de nariz! Rsrs
    Pra mim eh ate bem normal pois tendo em casa um pai brasileiro/ alemão isso é bem comum. Rsrs

    • Hahaha… Imagino, Marjorie! Que bom que seu pai já preparou vcs desde cedo pra vida na Alemanha ;-)

  2. Ach das ist ja echt witzig. Welche Unterschiede es doch gibt, gerade in so alltäglichen Dingen wie Nase putzen. Das hätte ich jetzt nicht gedacht, ist aber gut zu wissen, falls ich irgendwann mal in Brasilien sein sollte. :-)

    Lieben Dank, dass Du das mit uns teilst.

    LG Sanna

    • Sehr gern, Sanna! Du wirst bestens vorbereitet sein, wenn du mal nach Brasilien fliegst;-)

  3. Aha, dass habe selbst ich nicht gewusst. Wahrscheinlich weil es drüben immer schön warm war

    • Das kann gut sein, Aline! Man ist dort wahrscheinlich nicht so oft erkältet wie hier… Aber sollte das der Fall sein, dann lieber auf die Toilette gehen und sich die Nase ganz „geheim“ putzen;-)

  4. Eu acho que qdo vc esta visita outra país é preciso saber um pouco da cultura para evitar surpresas , quanto suar nas narinas na mesa , ruas etc isso é normal Alemanha , uma vez que estamos lá devemos respeitar, bjs

    • Você tem toda razão, Suelly! E foi essa mesmo a ideia desse artigo: Informar tanto os brasileiros quanto os alemães em relação aos diferentes costumes nos dois países… Abraços.

  5. Rode, adoro ler o teu Blog. Embora já conhecsse esse hábito de assoar o nariz, li assim mesmo, acabei por aprender 2 palavrinha novas em alemão rsrs
    Esse hábito para mim não foi nada estranho quando aqui cheguei, pois eu vivia em ortugal e lá as pessoa fazem o mesmo, o que me leva pensar tratar-se de um hábito europeu até, mas por razões compreensíveis, afinal o clima aqi é bastante diferente.
    Só para terminar, tive um professor no curso de alemão que assou o nariz dentro de sala uma só vez, depois ele mesmo teve a sensibilidade de respeitar a estrangeirada da turma e saía para o corredor para assoar, achei bacana da parte dele.

    Obrigada pelo teu blog. Continue escrevendo que a gente continua lendo :-)

    Beijinhos

    • Oi, Fernanda!
      Sempre fico feliz em ler seus comentários:) Obrigada por me acompanhar fielmente por aqui!
      Achei muito legal essa do seu professor… Que sensibilidade!
      Beijos e bom domingo!!!

  6. Rode,
    interessante vc pontuar que nao apenas o „assoar o nariz“ possa ser uma gafe, mas o hábito brasileiro de ficar fungando quando resfriados. E pelos comentários, até parece que ninguém se declara como um „fungante“ contumaz. Eu aprendi aqui, via comentário de meu marido e pedi para „morrer“, pois nunca imaginei que isso os incomodasse sobremaneira…

  7. A verdade que que o hábito brasileiro de ficar fungando o nariz chega a ser nojento pois automaticamente a pessoa esta engolindo o
    prório catarro/secreção! Se alguém funga ao lado, ofereço logo um
    lenço de
    papél (gelmemte SEMPRE tenho comigo um #tempo#, pois ando sempre previnido. Antes assoar de uma
    só vez em
    frente de todos. Em restaurantes, isso para mim é no go

  8. No meu país Chile se usa o lenço de tecido. Quando cheguei aqui no Brasil achei nojento esse fungar dos brasileiros. Há muita diferença cultural entre países. Nos chilenos temos muitas costumes alemãs.

    • Que interessante, Alejandro! Já dei aula para muitos alunos chilenos aqui na Alemanha e realmente notei que o choque cultural deles foi bem pequeno, se comparado a outras nacionalidades… Abraços*

Schreibe einen Kommentar

Pflichtfelder sind mit * markiert.