21 dicas para aprender qualquer idioma | 21 Tipps zum Fremdsprachenlernen


Como professora de idiomas (Alemão e Português para Estrangeiros), tenho contato todos os dias com pessoas que se encontram num processo de aprendizagem de uma língua estrangeira. E como esse processo nem sempre é fácil, eu gostaria de dar a vocês algumas informações e dicas bem práticas que podem ser aplicadas a qualquer idioma que se esteja aprendendo… Vamos a elas:

1) Na didática de línguas estrangeiras, são diferenciadas 4 habilidades linguísticas: 1) OUVIR (audição); 2) LER (leitura); 3) FALAR (fala); 4) ESCREVER (escrita). Um curso em que se só se ensina GRAMÁTICA não pode ser um bom curso – a não ser que esse seja o foco, por exemplo, num curso de revisão…

2) Você precisa de input para poder produzir output. Isso quer dizer que você tem que ter contato com o idioma para poder aprendê-lo. Não se pode falar uma língua com a qual nunca se tem contato!

Para melhorar a AUDIÇÃO:

3) Escute música e leia simultaneamente o texto que está sendo cantado

4) Escute rádios do país em que se fale o idioma que você está aprendendo

5) Assista a notíciarios no idioma em questão – A melhor coisa a fazer é se informar antes sobre as notícias atuais em sua língua materna. Dessa forma, você estará por dentro dos contextos e poderá se concentrar nas frases e expressões que os apresentadores usam

6) Assista a filmes no idioma original, fazendo uso da legenda na língua a ser aprendida – Ex.: assistir a um filme em alemão com a legenda em alemão

Para melhorar a LEITURA:

7) Não tente traduzir palavra por palavra!!! Leia o texto até o final e responda à pergunta: O que foi que eu entendi? Você vai ver que, na maioria das vezes, a gente entende mais do que imagina!

8) Se você ler uma palavra desconhecida, tente descobrir o significado dela com a ajuda do contexto. Pode ser também que você conheça uma palavra parecida numa outra língua e que consiga, assim, descobrir o significado da palavra em questão

9) Se tudo isso não ajudar, você pode usar o dicionário ;-) Mas procure evitar usá-lo sem haver testado as outras opções

3 diferenciações importantes – LEITURA E AUDIÇÃO 

10) Compreensão global: De que trata o texto? Qual é a mensagem principal?

11) Compreensão seletiva:  Aqui você presta atenção somente nas informações que são importantes para você naquele momento. Exemplo: Você está na estação de trem e há uma série de atrasos. Quando vierem os avisos da companhia, você não precisa prestar atenção em tudo o que for dito, mas deve se concentrar somente no que for relacionado ao trem que você está esperando. O resto é irrelevante

12) Compreensão detalhada: Se você vai cozinhar algo pela primeira vez, precisa seguir a receita passo a passo. Aqui todos os detalhes são importantes para que a comida saia gostosa;-)

Para melhorar a FALA:

13) Procure alguém com quem você possa praticar o idioma que está aprendendo. O princípio didático se chama “Tandem”, uma parceria linguística: Duas pessoas de línguas maternas diferentes se apoiam mutuamente no aprendizado da língua uma da outra. Elas se encontram regularmente para praticar, por exemplo: Um alemão que esteja aprendendo português se encontra com um brasileiro que esteja aprendendo alemão… O interessante é que eles também aprendem aspectos culturais de uma forma bem informal e pessoal

14) Para treinar a pronúncia, escute músicas e leia/cante junto com o cantor/a cantora ou use programas/aplicativos de celular para repetir as palavras ensinadas

15) Grave os verbos que combinam com um determinado substantivo. Por exemplo: Em alemão se diz Eis essen (“comer sorvete”) e Zähne putzen (“limpar os dentes”). Assim, você vai se lembrar mais rápido das palavras na hora de falar

16) Evite traduzir o que você quer dizer direto da sua língua materna: Tente se expressar da forma mais simples possível no início; à medida que você for aprendendo melhor a língua, você vai “enfeitando” mais as frases…

17) Não tenha medo de cometer erros! Eles fazem parte do processo de aprendizagem e contribuem para o desenvolvimento linguístico do aluno

18) A função mais importante de um idioma é a comunicação!!!! Não importa se você conjugou um determinado verbo de forma errada ou se gaguejou na hora de falar: O que importa é que você consiga expressar o que deseja ou precisa! O resto vem com o tempo… Lembre-se daquele famoso ditado: Quem tem boca vai a Roma…

Para melhorar a ESCRITA:

19) Na hora de escrever um texto, você vai precisar não somente de conhecimentos de gramática, mas também de um bom vocabulário! Mas nunca estude palavras novas de forma isolada! É importante que você sempre faça uma lista de palavras dentro de um determinado contexto. Ex.: die Möbel (“os móveis”): das Sofa (“o sofá”); das Bett (“a cama”); der Tisch (“a mesa”); der Stuhl (“a cadeira”)

20) Aproveite para aprender várias palavras que contenham o mesmo radical: krank (“doente”); die Krankheit (“a doença”); das Krankenhaus (“o hospital”).  Tratando-se de adjetivos, você pode anotar o antônimo também: klein (“pequeno”); groß (“grande”)

21) Não tente evitar erros a todo custo… Sabe por quê? Porque é errando que se aprende;-)

Vocês também estão aprendendo um idioma no momento? Qual? Conhecem mais alguma dica boa para aprender um idioma mais facilmente? Contem-me!

Tudo de bom,
Rode


Als Dozentin für Fremdsprachen habe ich täglich mit Menschen zu tun, die sich auf den Weg gemacht haben, eine (neue) Fremdsprache zu erlernen. Und weil das nicht immer so leicht von der Hand geht, möchte ich euch ein paar Infos und Tipps geben, die euch in eurem Lernprozess helfen können…

1) Man unterscheidet in der Fremdsprachendidaktik 4 sprachliche Fertigkeiten bzw. Bereiche: 1) Hören; 2) Lesen; 3) Sprechen; 4) Schreiben. Ein Sprachkurs, in dem nur Grammatik gelehrt wird, ist meiner Meinung nach ein schlechter Kurs – es sei denn, der Fokus liegt darauf (zum Beispiel bei einem Grammatik-Auffrischungskurs)

2) Man braucht Input, um Output produzieren zu können! Sprich: Man kann keine Sprache sprechen, die man nie hört bzw. mit der man nie in Kontakt kommt!

Um die HÖREN-Fertigkeit zu verbessern:

3) Musik hören und dabei den Songtext mitlesen

4) Radio hören

5) Nachrichten auf ausländischen TV-Sendern schauen – Am besten ist es, wenn man sich vorher informiert hat, was alles gerade in der Welt passiert… So sind die Kontexte bereits klar, und man kann sich auf die sprachlichen Formulierungen der Nachrichtensprecher konzentrieren

6) Filme im Originalton hören und dabei den Untertitel in der Fremdsprache einschalten

Um das LESEN zu verbessern:

7) Nicht versuchen, jedes Wort einzeln zu übersetzen! Lest den Text ganz durch und stellt euch die Frage: Was habe ich verstanden? Ihr werdet sehen, es ist meistens eine Menge!

8) Trifft man auf ein unbekanntes Wort, sollte man versuchen, den Sinn aus dem Kontext zu erschließen. Oft lassen sich unbekannte Wörter aus anderen bereits gelernten Fremdsprachen ableiten. Gerade bei den romanischen Sprachen kommt das oft vor!

9) Wenn das alles nicht hilft, könnt ihr das Wort dann im Wörterbuch nachschlagen

3 wichtige Unterscheidungen beim HÖREN/LESEN:

10) Globales Verstehen: Worum geht es im gelesenen Text? Kann ich grob erklären, wovon der Text handelt?

11) Selektives Verstehen: Man achtet auf die Informationen, die in dem Moment wichtig sind. Beispiel: Am Bahnhof konzentriert man sich auf die Durchsagen, die die Bahn betreffen, auf die man wartet. Alle Infos zu anderen Zügen sind irrelevant

12) Detailliertes Verstehen: Will man ein bestimmtes Gericht zum ersten Mal zubereiten, muss man dem Rezept Schritt für Schritt folgen und alle Details verstehen.

Um das SPRECHEN zu verbessern:

13) Einen „Tandempartner“ suchen: Zwei Menschen mit verschiedenen Muttersprachen treffen sich und helfen sich gegenseitig beim Erlernen der jeweiligen Sprache. Es geht v.a. um das Üben von realen Gesprächssituationen und das Erfahren über die Kultur des anderen Landes

14) Musiktexte laut vorlesen/singen, um die Aussprache zu üben – dabei auf die richtige Aussprache des Sängers hören

15) Neue Substantive zusammen mit einem passenden Verb lernen. Beispiele: Im Portugiesischen sagt man tomar sorvete (“Eis nehmen” statt „Eis essen“) und escovar os dentes (“die Zähne bürsten” statt „die Zähne putzen“)

16) Nicht versuchen, Sätze direkt aus der Muttersprache zu übersetzen: Am Anfang sollte man sich so einfach wie möglich ausdrücken. Mit der Zeit entwickelt man sich sprachlich weiter und kann die Sätze auch langsam ausschmücken

17) Keine Angst vor Fehlern haben! Sie gehören zum Lernprozess dazu…

18) Das wichtigste Prinzip meiner Meinung nach ist Folgendes: Egal, ob man beim Sprechen Fehler macht, geht es immer um die Kommunikation bzw. darum, verstanden zu werden! Die Sprache ist dabei „nur“ ein Mittel zum Zweck…

Um das SCHREIBEN zu verbessern:

19) Um einen Text zu schreiben, braucht man nicht nur Grammatikkenntnisse, sondern auch einen ausreichenden Wortschatz. Man sollte dabei aber nie Vokabeln isoliert, sondern immer innerhalb von einem Themenbereich lernen. Beispiel: os móveis („die Möbel“): o sofá („das Sofa“), a cama („das Bett“), a mesa („der Tisch“), a cadeira („der Stuhl“)

20) Wörter mit dem gleichen Stamm zusammen lernen: doente („krank“); a doença („die Krankheit“). Bei Adjektiven lassen sich Wortpaare gut zusammen lernen: pequeno („klein“) vs. grande („groß“)

21) Wenn ihr euch nicht sicher seid, wie ein Wort geschrieben wird, dann könnt ihr es einfach nachschlagen… Aber versucht nicht, Fehler um jeden Preis zu vermeiden… Denn aus Fehlern lernt man am besten!

Seid ihr gerade dabei, eine Sprache zu lernen, und wenn ja, welche? Habt ihr sonst noch Tipps, die ihr für gut haltet? Schreibt mir!

Alles Liebe,
Rode
———————–
Blog: www.entre-duas-culturas.de
Facebook: https://www.facebook.com/entre.duas.culturas
Instagram: @entre_duas_culturas
Twitter: @entre2culturas

 

Veröffentlicht von Rode

Brasileira, residente na Alemanha, docente universitária e blogueira apaixonada por idiomas e viagens | Brasilianerin in Deutschland, Uni-Dozentin und Bloggerin mit einer großen Leidenschaft für Sprachen und Reisen

28 Kommentare

  1. Nossa!! Minha maior dificuldade no alemão eh justamente ouvir. Comecei a ouvir rádio recentemente, dá para entender bastante. :) com certeza vou usar essas dicas!! :)))

    Frohe Ostern

    • Ouvir rádio ajuda muito mesmo, Aída! É isso aí! Bom aprendizado pra você e Feliz Páscoa :)

  2. Oi, Rode. Sou alema e estudando o portugues. Aqui perto da minha casa nao tenho ninguem para falar. Eu uso muito o Internet para ler e ouvir mas falta alquem para falar. Aprender um texto nao e muito deficil mas falar uma coisa as veses e muito complicado.
    O seu Blog e muito legal. obrigada.

    • Oi, Dani!
      Seja bem-vinda ao blog! Se você quiser, eu posso te ajudar a encontrar um brasileiro para você treinar seu português…
      Tudo de bom!
      Rode

  3. Sou brasileira, estou aprendendo alemão na Alemanha, a minha dificuldade é igual a de muitos…falar e estruturar a frase sem usar a logica do Português termino ficando com receio de errar e me calo.
    É muito ruim não poder me expressar, a sensação é que estou em um pesadelo que ao tentar pedir ajuda a voz não sai.
    Estou em Hamburg se tiver alguem querendo aprender Português e ensinar Deutsche achei inreressante a dica apresentada. Parabéns pelo Blog.

    • Olá! Que bom que você gostou do blog! Olha, em breve quero organizar algo aqui pra ajudar a quem estiver interessado a encontrar um parceiro de “Tandem”. Continue acopanhando! Abraços

  4. Olá, Rode!!! Primeiramente, gostaria de parabenizá-la pelo excelente artigo. Confesso, que nunca havia recebido dicas tão preciosas como estas. Muito obrigada!!
    Há algum tempo, tenho acompanhado o Blog no Instagram e no Facebook e, a cada dia, fico mais encantada com cada artigo que leio. Parabéns!

    • Oi, Elaine! Obrigada pela mensagem! Fico sempre feliz em saber que meus textos têm sido de proveito para os meus leitores! Fique à vontade aqui no blog! Abs.!

  5. Olá Rode, faz tempo que a sigo no facebook e leio tudo. Moro na Alemanha já faz um ano. Logo que cheguei fui fazer o A1 por minha conta mas depois passamos muitas dificuldades em tudo e parei, porém continuei buscando na internet cursos para brasileiros. Moro em Höfingen Sttuttgart (Leonberg), se tiver alguém por aqui que quiser aprender portugues gostaria muito.
    Quero parabeniza-la pela ajuda que dá a muitos de nós, nao só com a lingua mas com a cultura. as dicas sao muito boas principalmente para nossa família, pois tenho uma netinha com 4 anos e se torna útil para nossa adaptacao.
    Abracos.

    • Olá, Maria Lúcia!
      Fico feliz em saber que o blog é de ajuda pra vocês!
      Se eu ficar sabendo de alguém, eu te falo… Tudo de bom!
      Abs.,
      Rode

  6. Olá!
    Eu tenhomum sonho de um dia aprender alemão!
    Só que como me mudei para o Japão há pouco tempo, ainda preciso aprender o idioma daqui primeiro!
    Suas dicas são excelentes! E realmente, é errando que se aprende mesmo.
    Muito obrigada novamente!

  7. Olá! Gostaria de saber se você da aula tem alguma escola ou aulas particulares aqui em Düsseldorf! Ou se me indicaria uma escola específica!

    • Olá, Beatriz!
      Dou aulas na universidade, mas aulas particulares infelizmente não. Dá uma olhada no Goethe Institut e no Instituto Sprachcaffe.
      Boa sorte,
      Rode

  8. Oi Rode, parabéns pelo excelente artigo…gostei muito, com suas dicas claras e no pasto a passo, não atropelando o aprendizado. Excelente!!!!!!!!

  9. Olá Rode

    Eu estou aprendendo alemão, e vi que faço algumas coisas que você sugere não fazer, como ir logo traduzindo as palavras que não sei de um texto. Estudo bastante, estou no A.2.2, mas confesso que falar está sendo meu bloqueio, o que me deixa um pouco angustiada, pois gostaria de falar pelo menos o que já aprendi.

    Parabéns pelos seus artigo!

    Abraços,

    • Olá, Kelly!
      Te entendo bem, mas ó, não deixe o medo te travar. Lembre-se que comunicar-se é o mais importante de tudo! Aos poucos você vai melhorando a gramática e o vocabulário!
      Tudo de bom,
      Rode

  10. Ola, Rode, muito bacana teu facebook e teu blog, estou aprendendo alemão aos poucos e tuas dicas são muito boas, tenho estudado de 3 maneiras:
    1 – Curso radiofônico „Radio D“ site dw.com;
    2 – App Busuu; ABC Alemão; jw language;
    3 – Escuto a Rádio Antenne Bayern.

    A tua dica dos filmes em alemão é sensacional, mas tenho dificuldades em encontrar filmes com áudio e legenda em alemão, mas não desisti.
    Outra dificuldade que tenho é que não tenho contato com ninguém muito próximo que fale alemão, apesar de ter parentes que falam alemão e moram na Alemanha, em Mainz, é dificil eles se disporem para tirar tempo para ajudar.

    Estou fazendo minha cidadania, meu bisavô nasceu na cidade de Elbing, na época fazia parte do império Alemão, e veio para o Brasil em 1911. Tenho intenção de visitar a Alemanha e quem sabe ficar por aí, por isso, continuarei nos meus estudos, não desistirei.

    Minha contribuição, Ich heisse Alexandre Kolberg und komme aus Porto Alegre,Brasilien. Ich lerne gerade Deutsch. bitte habt Geduld mit mir. Tschüss

  11. Olá, Rode!

    Mais um artigo muito interessante. Eu sempre leio as duas partes, em alemão e português é uma boa ajuda no meu aprendizado. Moro na Alemanha a um ano e meio, se alguém quiser uma parceira para estudar alemão ou português estou a disposição. Se não for possível fisicamente, pode ser pelo Skype;). Tenham uma ótima semana.

    • Olá, Evelyn!
      Que bom que o blog é de proveito pra você! Fico feliz em saber!
      Uma dica legal é procurar por um „Tandem“. Acho que tem um grupo no Facebook chamado „Tandem Português – Alemão“. Dá uma olhadinha lá!
      Abraços*
      Rode

Schreibe einen Kommentar

Pflichtfelder sind mit * markiert.